Outra línea de fuego – Quince poetas brasileñas ultracontemporáneas

Organização: Heloisa Buarque de Hollanda y Teresa Arijón Espanha (Málaga): Maremoto, 2009 Antologia bilíngue de poesia contemporânea brasileira feita por poetas mulheres. Participa ao lado das poetas: Alice Ruiz, Alice Sant’Anna, Ana Cristina Cesar, Ana Guadalupe, Ângela Melim, Angélia Freitas, Camila Do Valle, Claudia Roquette-Pinto, Daniela Storto, Izabela Leal, Juliana Krapp, Lu Menezes, Marília Garcia e Virna Teixeira.

Caos Portátil – Poesia contemporânea del Brasil

Organização: Camilla Do Valle e Cecilia Pavón Ediciones El billar de Lucrecia: México, 2009 Participa ao lado dos poetas: Elisa Andrade Buzzo, Rod Britto, Sergio Cohn, Bruno Dorigatti, Camila Do Valle, Angélica Freitas, Izabela Guerra Leal, Augusto de Guimaraens Cavalcanti, André Monteiro, Elza de Sá Nogueira, Ana Rüsche e Virna Teixeira

Sin red ni salvavidas – Poesia contemporânea de la América Latina

Organização: Rocío Cerón y Rodrigo Castillo México: D.R – Gobierno del Estado de Colima/ Secretaria de Cultura, 2009 Antologia de poesia contemporânea de poetas nascidos ou residentes na América Latina e distribuída nas escolas públicas da cidade de Colima (Colima, México). Participa ao lados dos poetas: Washington Cucurto (Argentina), Montserrat Álvarez (Espanha), Minerva Reynosa (México), Sergio Cohn (Brasil), Pedro Montealegre …

Revista Ficções 18

Organização: Jorge Viveiros de Castro Rio de Janeiro: 7Letras, 2009 Antologia de contos e crônicas de autores contemporâneos. Participa ao lado de: Francisco Slade, Dimitri BR, Altair Martins, Ana Paula Maia, Lu Xun, Cristina Parga, Marcelo Moutinho, Mauro Siqueira, André Tartarini, Dodô Azevedo, Mariel Reis, Flávio Izhaki, Sonia Coutinho, André Rios e Giovanna Dealtry.

Poesia do dia – Poetas de hoje para leitores de agora

Organização: Leandro Sarmatz São Paulo: Ática, 2008 Ao lado dos poetas: Alberto Pucheu, André Dick, Danilo Monteiro, Diego Vinhas, Elisa Andrade Buzzo, Fabrício Carpinejar, Fabrício Corsaletti, Joca Reiners Terron, Marcelo Camelo, Mário Bortolotto, Paulo Scott, Paulo Seben e Rodrigo Petronio.

John Cage

partiremos surgiremos morreremos dos barulhos afinados estancados das sirenes do corpo de bombeiros surgiremos morreremos partiremos dos assovios noturnos do vento nas altas esquadrias morreremos partiremos surgiremos num palco abandonado para cantar uma música e sair.

adj.

beibe eu sou um blues nacional cheio de exagero e corações roubados marginal nos 70’s equivocado nos 80’s insensível, burro e raso como as preocupações do Posto 9 que não se chega de saudade e dolorido de tristeza mas original e animado como toda a jovem guarda em si. março de 84

merthiolate

minhas lágrimas (manchas de sangue) se animam quando eu digo vou tomar um banho e uma coca-cola light fazem festa quando eu digo uma dose de uísque ou um pouco mais então exclamo um quarto de cachaça deveria lhes bastar, biscateiras e me manter vivo quando não há o que privilegiar ou preterir.

a novíssima literatura

você quer um dia ser estudado numa sala de aula qualquer por uma turma de pirralhos que vão zoar suas roupas hoje modernas falar que o que você escreveu é chato pra caralho fazer chifrinho na sua foto interrogação. queira morrer antes comendo caramelos a estranha paixão de Hitler caramelos.