initials bb

não sou mulher de relevo enciclopédico sou um gás hilariante lady incentivo à cultura o doce da jaca um caralhão uma florzinha abolicionista.

Peso pena

São Paulo: Demônio Negro, 2010 Organização: Vanderley Mendonça Ao lado dos poetas: Alice Sant’Anna, Ana Guadalupe, Fernando D’Umbra, Jarbas Capusso, Luana Vignon, Luiz Felipe Leprevost, Marcelo Montenegro, Pierre Masato e Sergio Mello.

balés

balés

Fred Leal (in memoriam) lê o poema “Dirígivel do Amor”

barragem

deve ser perigoso esse gosto recorrente de incêndio na boca mas não há saliva pra apagar e não há saliva que apague por isso falo pouco não sei o que de fato queima fecho a boca e o fogo sai pelo nariz respiro mal, meu ar é qualquer fumaça queria um gosto bom, queria pernas pra sair correndo.

sentido sem título

quando penso que queria que caísse sobre nós a pedra da gávea dou aquela risadinha maligna em seguida aquela choradinha invisível, atravessada entre o olho e a garganta nem piscando passa.

festa

e então me vejo resumida a um jogo de peças de dominó enfileiradas no centro da sala ao primeiro toque posso desmoronar e desmorono, velozmente, 28 retângulos de madeira caem lânguidos pleqpleqpleqpleqpleqpleqpleqpleqpleq uns por cima dos outros e todos ao chão amontoados como corpos e ao toque de cada peça sobre cada peça um foguete colorido sobe ao céu e …

paraquedistas

escrever é dedicar os dedos à marcenaria de qualquer jardim desatamos as mãos e a tontura que dá vem do alto o cair das nuvens folhas passarinho avião papel picado a lua no mar silêncio de planta, euforia de cama elástica, alegria de piquinique no parque e tanto carinho guardo pra você numa luva de boxe.

vestidos

os véus transparentes colocados nos edifícios em construção — uma teia, uma túnica de tarrafa, mosquiteiro de berço — não os protegem do medo nem da morte por despencamento apenas invertem o processo de chegada, estão vestidos antes de nascerem.

moscas

hoje costume do tempo que enjaula tudo que não é o dia anterior mas não precisa mos dar essa voltato da, só os cabelos podem confundir a ventania e se a cena é no elevador nunca nos vimos é fim de tarde de verão digo vai chover é certeiro que hoje palavra de escoteiro não vamos pegar o mesmo ônibus …

Traçados Diversos

Organização: Adilson Miguel São Paulo: Scipione, 2009 Ao lado dos poetas: Fabrício Corsaletti, Antonio Cicero, Fernando Paixão, Donizete Galvão, Annita Costa Malufe, Heitor Ferraz Mello, Ruy Proença, Fabio Weintraub, Ricardo Aleixo, Arnaldo Antunes, Chacal e Fabiano Calixto.